CEO da Grayscale sai e executivo do Goldman Sachs assume a liderança da empresa

Gabriel Gomes
| 1 min read

Cai CEO Grayscale

O CEO da Grayscale, Michael Sonnenshein, está deixando o cargo da empresa após ingressar na equipe em 2014 e atuar como CEO desde 2021. Dessa maneira, Sonnenshein será substituído pelo ex-executivo do Goldman Sachs, Peter Mintzberg, em 15 de agosto.

A Grayscale disse que Sonnenshein “renunciou ao cargo para buscar outros interesses”. Assim sendo, Mintzberg se tornará oficialmente CEO da empresa de investimentos e ingressará no conselho de administração da Grayscale.

O que o novo CEO da Grayscale traz para a mesa?


O CEO do Digital Currency Group, Barry Silbert, disse no X que a Grayscale está se posicionando para sua próxima fase de crescimento.

Silbert agradeceu ao ex-CEO da Grayscale Sonnenshein, acrescentando que ele guiou a empresa através do crescimento exponencial. Além disso, supervisionou seu papel fundamental para trazer fundos negociados em corretora (ETFs) de Bitcoin à vista para o mercado, abrindo caminho para o setor financeiro mais amplo.

“Peter é um líder estratégico excepcional, com experiência global nos gestores de ativos mais proeminentes, que são ingredientes críticos à medida que posicionamos a Grayscale para sua próxima fase de crescimento”, disse Silbert.

Antes de ingressar na Grayscale, Mintzberg trabalhou no Goldman Sachs, onde atualmente ocupa o cargo de chefe global de estratégia para gestão de ativos e patrimônio. Ele também trabalhou na BlackRock, OppenheimerFunds e Invesco.

Grayscale vê fluxos de saída constantes


As receitas da Grayscale permaneceram estáveis ​​no primeiro trimestre deste ano, apesar das saídas ininterruptas do seu fundo mundialmente famoso ao longo do trimestre.

Em uma carta aos acionistas da empresa controladora da Grayscale, a Digital Currency Group, o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) arrecadou US$ 156 milhões entre janeiro e março. Ou seja, um montante quase idêntico ao valor do quarto trimestre de 2023.

Houve uma desaceleração nas saídas desde o primeiro trimestre. A Grayscale, que registrou saídas significativas de US$ 16,6 bilhões de dólares desde o lançamento do ETF em janeiro, registrou pela primeira vez entradas menores, totalizando 18 milhões de dólares.

Leia Mais: