John McAfee morreu falido depois de gastar milhões com mansões

O falecido magnata da tecnologia e defensor das criptos John McAfee morreu falido enquanto aguardava a extradição para os EUA sob acusação de evasão fiscal em uma prisão espanhola em junho passado, de acordo com o autor escocês Mark Eglinton. McAffee gastou sua fortuna em mansões luxuosas, diz o escritor que colaborou com o polêmico pioneiro do antivírus em um livro.

John McAfee. Fonte: Twitter

Eglinton, que trabalhou por seis meses com McAfee em seu próximo livro, No Domain: The John McAfee Tapes, enquanto o empresário estava fugindo das autoridades, afirma que o empresário foi incapaz de pagar a ele um adiantamento pela colaboração.

“Não tenho dúvidas de que se ele pudesse ter ajudado, ele o teria ajudado”, disse o autor ao Daily Mail. “Ele disse, 'Eu não posso fazer isso, minha situação financeira é pior do que a sua.'"

De acordo com o escritor, McAfee perdeu sua fortuna devido a uma série de investimentos mal sucedidos em imóveis espalhados ao redor do mundo.

“Ele tinha o seu dinheiro em investimentos muito seguros, mas ele construiu casas, propriedades absolutamente bizarras", disse Eglinton." Em algumas delas, ele nunca dormiu uma única noite"

Em vários momentos de sua vida, o empresário foi proprietário de várias mansões e complexos no Texas, Colorado, Havaí e Tennessee, nos Estados Unidos, além de Belize, entre outros.

O autor afirma que McAfee disse a ele: “Os $100 milhões que recebi ao sair da McAfee [negócio de antivírus], foram embora muito rapidamente. ”

O empresário vendeu sua última participação no negócio em 1994.

De acordo com Eglinton, o empresário vendeu algumas dessas propriedades com um grande prejuízo, pois os preços dos imóveis caíram na crise das hipotecas subprime de 2007-2009.

Enquanto isso, falando sobre o livro que está programado para ser publicado em dezembro, Eglinton disse que o que “surpreenderá as pessoas sobre este livro é a profunda filosofia de John McAfee”.

Conforme relatado, em 23 de junho, McAfee foi encontrado morto em uma prisão de Barcelona após a decisão do tribunal espanhol de extraditar o Empreendedor norte-americano de origem britânica e defensor das criptomoedas nos Estados Unidos. As autoridades espanholas dizem que tudo no local indicava que o empresário se matou.

Aludindo à sua suposta situação financeira, uma semana antes de sua morte, McAfee tweetou que, embora as autoridades americanas acreditassem que ele havia escondido criptos, ele gostaria de ter feito,“ mas foi dissolvida pelas muitas mãos da Equipe McAfee (sua crença não é exigida), e meus bens restantes foram todos apreendidos. Meus amigos evaporaram por medo de associação.”