Doações em Criptomoedas para Ucrânia se aproximam de US$ 20 MIlhões

Pelo menos US$ 18,9 milhões em criptoativos foram doados até agora ao governo ucraniano e às organizações não-governamentais (ONGs) que apoiam os militares ucranianos depois que a Rússia começou uma invasão no país em 24 de fevereiro. No dia 27 de fevereiro, 23:50 UTC, dados acumulados pela empresa de pesquisa Elliptic mostram que a maioria das doações (56,4%) foi em bitcoin (BTC), com ethereum (ETH) representando outros 31,8%. 

Stablecoins, aquelas atreladas a moedas fiduciárias, constituem 10,9% das doações, e menos de 1% estão em “outros” criptoativos.

Os criptoativos acabaram sendo um método útil de arrecadar dinheiro para organizações na Ucrânia, especialmente depois que bancos e plataformas de arrecadação de fundos baseadas em moeda fiduciária começaram a implementar medidas restritivas.

Em 25 de fevereiro, a plataforma americana de membros Patreon proibiu o 'Come Back Alive', uma organização sem fins lucrativos que arrecada dinheiro para apoiar os militares ucranianos. “Não permitimos que o Patreon seja usado para financiar armas ou atividades militares”, disse a plataforma em um post no blog.

No entanto, usando criptomoedas, a ONG conseguiu retomar suas operações de financiamento. Fundada em 2014, a 'Come Back Alive' fornece uma variedade de equipamentos militares, serviços de treinamento e suprimentos médicos para os militares ucranianos. Ela até financiou o desenvolvimento de um programa de reconhecimento e direcionamento para unidades de artilharia ucranianas.

Em outro exemplo, membros do grupo de investimento PleasrDAO, em colaboração com o estúdio de tokens não-fungíveis (NFTs) Trippy Labs e um membro do coletivo de arte russo Pussy Riot, formaram uma organização autônoma descentralizada (DAO) apelidada de UkraineDAO, que arrecadou cerca de US$ 3,5 Milhões até agora.

Além disso, no sábado, a conta oficial do Twitter da Ucrânia postou vários pedidos de doações de criptomoedas. A conta também fixou a mensagem, que inclui endereços de bitcoin, ethereum e tether (USDT) .

De acordo com a Elliptic, os endereços listados receberam US$ 12,1 milhões em doações de criptomoedas em 15.947 transações até a noite de domingo. Notavelmente, uma única doação no valor de US$ 1,86 milhão se originou da venda de NFTs destinados a arrecadar fundos para o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, disse a empresa.

____

Leia Mais:

- Invasão da Ucrânia pela Rússia: Bitcoin deve desempenhar um papel em ambos os lados

- Ucrânia supera a Rússia em Adoção de Criptomoedas conforme a Guerra se inicia