20 Fev 2022 · 5 min read

ETFs de Bitcoin continuam populares entre Investidores, apesar da queda de preços

Os fundos negociados em bolsa (ETFs) lastreados em contratos futuros de bitcoin (BTC) negociados nos EUA mantiveram em grande parte seus volumes de negociação na semana passada, apesar das quedas no preço do bitcoin ao longo de janeiro.

De acordo com dados de exchanges, o ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO) – o primeiro ETF de bitcoin a ser lançado - negociou mais de 40,83 milhões de ações durante a semana de 7 a 11 de fevereiro.

O volume de negociação aumentou em relação à semana anterior, quando 31,53 milhões de ações foram negociadas, e está aproximadamente em linha com o volume médio semanal de negociação de 38,98 milhões de ações desde o lançamento do ETF.

Preço do BITO e volume de negociação (mínimo) desde o lançamento:

Ainda mais surpreendente, é que os volumes de negociação no segundo ETF de bitcoin a ser lançado, o Valkyrie Bitcoin Strategy ETF (BTF), aumentaram significativamente desde o ano passado, apesar da queda de preços do bitcoin.

Durante a semana de 7 a 11 de fevereiro, 7,54 milhões de ações da BTF foram negociadas, seu nível mais alto de todos os tempos, mostram dados de exchange. Notavelmente, o ETF viu um grande aumento no volume de negociação no final do ano passado, com o maior volume médio ainda permanecendo até esta data.

Comparado com o volume médio semanal de negociação de 2,52 milhões de ações do ano passado, o volume em BTF mais que dobrou este ano para um volume médio semanal de 5,3 milhões de ações.

O lançamento do BTF foi amplamente ofuscado pelo primeiro lançamento bem-sucedido do BITO, com o segundo ETF de bitcoin até hoje permanecendo muito atrás do BITO em termos de volume.

Preço do BTF e volume de negociação (mínimo) desde o lançamento:

Por fim, o terceiro ETF de bitcoin listado nos EUA, o VanEck Bitcoin Strategy ETF (XBTF), também teve uma força notável em termos de volume desde que o preço do bitcoin atingiu seu pico em novembro do ano passado.

Embora a alta histórica no volume semanal de 0,34 milhão de ações para este ETF tenha ocorrido logo após o pico de preço, o volume negociado voltou ao mesmo nível em janeiro, com 0,25 milhão de ações negociadas na semana de janeiro 17 a 31, mostram os dados da exchange.

Preço do XBTF e volume de negociação (mínimo) desde o lançamento:

Durante o mês de Janeiro, o preço do Bitcoin caiu aproximadamente 17% de cerca de US$ 46.200 para US$ 38.400 no final do mês.

Preço do BTC desde 1º de janeiro:

A notável força nos volumes de negociação de ETFs lastreados em bitcoin foi destacada no Twitter na semana passada pelo analista sênior de ETFs da Bloomberg, Eric Balchunas, que disse que os ETFs “mantiveram seu volume de negociação e grande parte da sua base de investidores.”

Isso aconteceu apesar de “uma queda brutal de 50%” no mercado spot, disse Balchunas, chamando-o de “um ótimo sinal para o poder de permanência [dos ETFs] e potencial de crescimento”.

O tweet de Balchunas veio como um relatório da Bloomberg Intelligence dos analistas Rebecca Sin e James Seyffart dizendo que o volume de negociação em “ETFs de criptomoedas” permaneceu estável em janeiro, com quedas de fluxo relativamente pequenas.

Os ETFs de Bitcoin baseados em spot nos EUA continuam sendo um 'talvez' 

O Bitcoin continua sendo o único criptoativo no qual os investidores podem investir por meio de ETFs nas bolsas de valores regulamentadas dos EUA. No entanto, alguns analistas especularam que um ETF de Ethereum (ETH) poderia estar chegando.

Também vale a pena notar que os ETFs de bitcoin atualmente disponíveis conseguiram manter altos volumes de negociação, apesar de às vezes serem impactados por erros de rastreamento em relação ao preço à vista do bitcoin. Esses erros de rastreamento ocorrem porque os contratos com data futura geralmente são negociados com um prêmio ou um desconto no preço à vista do bitcoin.

Além disso, os contratos futuros que lastreiam os ETFs devem ser rolados a cada mês à medida que expiram, adicionando complexidade e custos à gestão dos fundos.

Para evitar esse problema, várias empresas se inscreveram para listar ETFs de bitcoin baseados em spot que rastreariam o preço subjacente de forma direta.

Até agora, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) negou todos esses pedidos. No entanto, um sinal de que pode estar prestes a fazê-los repensar essa postura surgiu nesta semana, quando o regulador buscou aconselhamento público sobre se os ETFs de bitcoin spot poderiam ser usados ​​para fraude ou manipulação de mercado, de acordo com um relatório da Bloomberg.

Por enquanto, no entanto, os ETFs de bitcoin baseados em futuros continuam sendo a única opção e se tornaram a escolha preferida dos investidores de mentalidade tradicional que buscam exposição ao ativo. 

E com os altos volumes de negociação persistindo durante a queda de preços dos últimos meses, parece que existe uma forte demanda por bitcoin mesmo entre os investidores tradicionais de ações.

____

Leia Mais:

- Críticos rebatem Planos de Impostos sobre Criptomoedas da Colômbia

- Bitfinex Hack: Ilya Lichtenstein permanece sob custódia federal, Heather Morgan é liberada sob fiança