23 Jan 2023 · 3 min read

FTX US prestes a reabrir como bolsa cripto? Novo CEO John Ray se diz aberto à ideia

Fonte: uma captura de tela de vídeo, U.S. House Committee on Financial Services / YouTube

Especula-se se a FTX poderia reabrir aos usuários, depois que o novo CEO da empresa, o especialista em falências John Ray II, disse que está aberto à ideia.

"Tudo está em cima da mesa. Se houver um caminho a ser seguido, então não apenas exploraremos isso, mas o faremos", disse Ray com relação a uma possível reabertura da FTX.

Os comentários vieram em uma entrevista para o Wall Street Journal publicada na quinta-feira (19/01) - a primeira concedida por Ray desde que assumiu o cargo de CEO da bolsa em novembro do ano passado.

FTX tem uma força-tarefa para explorar reabertura

De acordo com Ray, FTX já criou uma força-tarefa para explorar se FTX.com deve ser reiniciada e como isso poderia acontecer. Ele explicou ao Wall Street Journal que a questão foi levantada depois que alguns ex-usuários da FTX elogiaram publicamente a bolsa e sugeriram que um reinício da empresa seria valioso.

Entre aqueles que, do ponto de vista do usuário, saíram em apoio à FTX e seu braço americano, a FTX US, está o popular investidor de risco cripto Nic Carter. No Twitter, Carter deixou claro que usaria a FTX US novamente se ela fosse reiniciada:

FTX US é solvente, afirma a SBF

No início desta semana, o fundador da FTX e ex-CEO Sam Bankman-Fried reiterou no Twitter que a FTX US é solvente e nunca deveria ter feito parte do processo de falência da FTX International.

"A FTX US é solvente, como sempre foi", escreveu ele, enquanto compartilhava uma captura de tela que mostrava detalhes dos ativos e passivos da empresa.

Questionado pelo Wall Street Journal sobre isso, Ray refutou a ideia, dizendo que a proposta de Bankman-Fried implica que as perdas na bolsa americana precisariam ser cobertas por dinheiro que pertence aos clientes da bolsa internacional, FTX.com.

"Este é o problema. Ele acha que tudo é um grande pote de mel", disse ele.

Em resposta, Bankman-Fried foi citado no artigo por dizer que Ray "continua a fazer declarações falsas com base em cálculos inexistentes".

"Se o Sr. Ray tivesse se preocupado em pensar cuidadosamente sobre a FTX US, ele teria provavelmente percebido que sua interpretação é totalmente inconsistente com a lei de falências e também que mesmo que alguém subtraísse US$ 250 milhões do meu balanço patrimonial, o FTX US ainda teria sido solvente", disse Bankman-Fried, antes de acrescentar:

"Ao contrário, o Sr. Ray vê tudo como um grande pote de mel - um que ele quer manter."

Ao comentar após a publicação da entrevista de Ray, Bankman-Fried deu crédito ao novo CEO por "finalmente pagar ‘lip service’ para voltar a atuar como exchange".

"Ainda estou esperando que ele finalmente admita que a FTX US é solvente e devolva o dinheiro aos clientes", acrescentou Bankman-Fried.

FTT em ascensão

O preço do token nativo da FTX (FTT) valorizou enquanto essas notícias eram publicadas. Subiu mais de 33% em 24 horas no momento da redação deste artigo (em 20/01). Nos últimos 7 dias, o FTT subiu 76% e está sendo negociado a US$ 2,42.

Preço do FTT nos últimos 7 dias. Fonte: FTT: CoinGecko

 

Leia mais:

Bolsa de valores do Brasil (B3) e outras empresas investem 15 milhões em plataforma cripto

O valor do Bitcoin pode afetar de forma positiva o mercado de NFTs? Confira!

Genesis apresenta pedido de falência sob o Chapter 11 e promete pagar credores

---------------------