14 Set 2022 · 1 min read

MetaMask integra PIX às negociações no Brasil

A MetaMask, umas das principais carteira de criptomoedas do mercado, fez um importante anúncio para o público brasileiro: desde o dia 9 deste mês a carteira integrou o Pix para compra de ativos digitais em reais. A MetaMask agora se aproxima do público brasileiro, que assim tem mais uma opção disponpivel para finanças descentralizadas, tokens não-fungíveis e outras aplicações. 

A carteira é a primeira a integrar compra de criptomoedas com o PIX, sistema do Banco Central do Brasil, com ajuda de uma fintech de pagamentos. A integração só foi possível graças a junção da MetaMkask com a MoonPay, uma provedora de pagamentos com criptomoedas. O sistema está disponível para compra de Ethereum, Polygon, Binance Smart Chain, Avalanche e Celo.

Para realizar a compra de criptomoedas com PIX, os usuários podem utilizar a extensão web ou aplicativo. Na primeira compra, a MoonPay pedirá o cadastro dos usuários em seu sistema. 

A MetaMask já anunciou também que o Brasil se tornou seu segundo principal mercado no mundo, atrás dos Estados Unidos. A ConsenSys, dona da MetaMask, também mira clientes corporativos no Brasil com a oferta da MetaMask Institutional. 

"Agora, usuários brasileiros da MetaMask podem comprar criptomoedas com o Pix, o método de pagamento instantâneo brasileiro, e adicionar fundos diretamente à sua carteira. Não é preciso nem sair do aplicativo. Em vez de usar uma corretora, usuários podem comprar criptomoedas de modo instantâneo direto na MetaMask para explorar a Web3. O recurso de compra via Pix é fornecido pela MoonPay, uma provedora de pagamentos com criptomoedas que foi integrada à MetaMask no início deste ano", disse o comunicado.

 

-----------------

Leia mais:

 

---------------------