Mineradores de Bitcoin são atingidos por dificuldade recorde à medida que a lucratividade cai

O trabalho ficou mais difícil para os mineradores de Bitcoin (BTC), pois a dificuldade de mineração atingiu outro recorde histórico (ATH), mais uma vez cortando as margens de lucro já decrescentes dos mineradores. 

A dificuldade de mineração do Bitcoin, ou a medida de quão difícil é competir por recompensas de mineração, que subiu 4,89%, atingindo 31,25T. 

Enquanto isso, o hashrate do Bitcoin, ou o poder computacional da rede, permaneceu quase inalterado. 

No mesmo período, no entanto, a lucratividade da mineração de Bitcoin teve uma queda muito maior, caindo quase 13%. Nos últimos 14 dias, o preço do BTC caiu 23%. O preço passou de cerca de US$ 39.390 vistos em 27 de abril para os atuais (15:39 UTC) US$ 31.315.

A dificuldade de mineração do Bitcoin é ajustada a cada duas semanas (ou mais precisamente, a cada 2016 blocos) para manter o tempo normal de bloqueio de 10 minutos. A média móvel de 7 dias do bloco em 9 de maio foi de 9,63 minutos.

De acordo com dados fornecidos pela ByteTree, nas últimas semanas, os mineradores gastaram significativamente mais de seu BTC recém-gerado do que detinham.

____

Leia Mais:

Nova geração de investidores de criptomoedas assume a responsabilidade, diz investidor de tecnologia

2 em cada 10 pessoas em El Salvador ainda usam a aplicação Chivo Bitcoin do governo - Pesquisa