06 Out 2022 · 4 min read

OpenSea gerou US$ 144 milhões no terceiro trimestre apesar da calmaria do mercado NFT

Como se sabe, o mercado de tokens não-fungíveis (NFTs) está em uma fase de calmaria. O volume negociado desses ativos, segundo o Dune Analytics, uma plataforma de estatísticas e análises sobre os ecossistemas das redes de blockchain, atingiu seu máximo histórico, US$ 17 bilhões de dólares, em janeiro deste ano. Mas não passou de 3% disso em agosto, quando foi de "apenas" US$ 466 milhões de dólares.

Tal queda global dos NFTs refletiu-se nas atividades da OpenSea, que é a exchange que controla mais de 90% do mercado de tokens não-fungíveis. Segundo o DappRadar, um hub especializado em apps descentralizados e cripto finanças, através dela foram negociados em 27 de janeiro US$ 207 milhões de dólares em NFTs. Em 29 de agosto, o valor correspondente foi de meros US$ 12 milhões de dólares, uma queda de 94%.

OpenSea prefere utilizar métricas em tokens ao invés de dólar

Após o site da famosa revista de negócios Fortune ter publicado um artigo usando a estatística da DappRadar, um porta-voz da Open Sea entrou em contato com a publicação para contestá-la. Segundo a empresa, o uso do dólar como unidade de medida prejudica as comparações. 

Para eliminar a influência das variações de cotação do Ether, moeda da rede Ethereum, que abriga a maior parte dos tokens negociados, a exchange considera melhor usá-lo como parâmetro. Além disso, segundo a empresa, a inclusão nas comparações de dias excepcionalmente movimentados pode levar a interpretações distorcidas.

Mesmo com a métrica defendida pela OpenSea, fica claro que o volume de NFTs negociados através da empresa caiu bastante: cerca de 60% entre maio de 2022 e julho do mesmo ano. Aliás, julho foi o mês que a exchange anunciou a demissão de um quinto de sua equipe.

Apesar da crise no mercado, resultados da OpenSea continuam bons

Neste contexto, é interessante uma informação que o Token Terminal, uma plataforma agregadora de dados financeiros relativos às principais redes de blockchain e aos principais apps descentralizados, postou em seu perfil no Twitter recentemente. Chamou atenção a postagem sobre as receitas geradas pelas transações com NFTs realizadas através da OpenSea e sua distribuição.

Nela é possível perceber que a OpenSea comunicou ter obtido no terceiro trimestre de 2022, ou seja, entre julho e setembro deste ano, US$ 144,5 milhões de dólares em comissões por NFTs negociados através da exchange. Deste valor, a empresa ficou com 35 milhões, cerca de um quarto do total. O resto ficou com os criadores dos tokens.

OpenSea facilita a criação e distribuição de NFTs

Essa divisão é uma consequência do modelo da OpenSea, através do qual é possível criar NFTs sem pagar nada e negociar os tokens resultantes. A exchange fica com uma comissão de 2,5% do valor da venda da NFT negociada.

Os criadores podem estabelecer para si uma comissão de até 10%, que receberão sempre que o token criado por eles for vendido. Segundo a exchange, o pagamento dessa proporção é predeterminada cada vez que o token passa de uma carteira a outra, o que permite que os criadores sejam devidamente compensados por seu trabalho.

Também é possível a um grupo de criadores ou empreendedores fazer um ajuste para automatizar a divisão desse valor entre os membros, cada um recebendo em sua wallet de maneira completamente automática a proporção que tiver sido previamente acordada entre os participantes.

Embora o resultado de receita de OpenSea seja animador tanto para a exchange quanto para os criadores, ele é consideravelmente inferior aos que a empresa costumava apresentar antes da atual fase de baixa do mercado de tokens não-fungíveis.

Este resultado provavelmente é um reflexo da perda de valor das criptomoedas mais famosas, como Bitcoin e Ethereum, bem como uma consequência do arrefecimento do que se chamou de “mania NFT”, que resultou em um crescimento rápido do preço desses ativos e dos volumes deles negociados.

Talvez como sintoma do enfraquecimento do mercado de NFTs e da consequente redução das comissões conseguidas pela OpenSea, a exchange está em busca de novas fontes de receita. Por exemplo, na semana passada, ela revelou ter fechado um acordo com o Warner Music Group para proporcionar a alguns de seus artistas uma plataforma em que possam criar e ampliar suas comunidades de fãs no contexto da Web3.

-----------------

Leia mais:

Como criar um NFT?

Transações NFT na Solana passam de 1 milhão à medida que a Ethereum Killer cresce

---------------------
 

---------------------