Primeira Troca Atômica Entre Monero e Ethereum é Concluída no Arbitrum

A primeira troca atômica entre monero (XMR) e ethereum (ETH) ocorreu na solução Ethereum Layer 2 Arbitrum, de acordo com dados do explorador de blockchain Arbitrum Arbiscan e Monero explorer.

Elizabeth Binks, engenheira de software da empresa de P&D de blockchain ChainSafe Systems, e colaboradores concluíram o "projeto de troca atômica XMR <-> ETH", marcando a primeira troca atômica XMR e ETH.

As trocas atômicas, também conhecidas como comércio de cadeia cruzada atômica, são geralmente consideradas como um dos métodos peer-to-peer (p2p) mais genuínos para a negociação de criptoativos, pois permitem que duas partes negociem tokens de duas blockchains diferentes sem a necessidade de um terceiro.

O Arbitrum é um Optimistic Rollup (OR) - uma solução da camada 2 - e é intercompatível com o Ethereum. Enquanto Ethereum é a camada base ou camada 1, as soluções construídas sobre ela são a camada 2.

"Com as trocas atômicas, os usuários online negociam criptomoedas sem a necessidade de confiar uns nos outros ou em qualquer outra pessoa", de acordo com Monero Outreach.

"As trocas atômicas Monero são possibilitadas por novas tecnologias e conceitos e estão sendo implementadas por várias equipes, incluindo um projeto de software financiado pela comunidade chamado Farcaster e um esforço algoritmicamente semelhante pela equipe COMIT", disse o artigo.

Binks revelou o "projeto de troca atômica XMR <-> ETH" em 15 de novembro, afirmando: "É relativamente simples, a maior parte do trabalho pesado ocorre em um contrato inteligente ethereum." 

No final de maio, swaps atômicas entre XMR e bitcoin (BTC) foram ao ar na MainNet.