08 Jun 2022 · 1 min read

Real digital será usado por bancos como garantia para suas próprias stablecoins

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil, afirmou que  o real digital não será usado como token público de varejo, mas terá uso de atacado, pois os bancos privados poderão emitir suas próprias stablecoins que serão colateralizadas com depósitos CBDC.

Campos Neto comentou a situação:

Os bancos poderão emitir stablecoins em seus depósitos e desenvolverão uma tecnologia para isso, terão que investir, porque podem lucrar. E uma vez que eles tenham desenvolvido isso, os protocolos para emissão de stablecoins em depósitos serão basicamente os mesmos para monetizar outros ativos digitais.

Além disso, ele falou sobre como a tokenização e os CBDCs podem ajudar nos processos para melhorar o estado de diferentes questões, como hipotecas, seu pagamento, redução de taxas e tempos de espera.

Por essas razões, há algum tempo o Banco Brasileiro de Desenvolvimento lançou a Rede Blockchain Brasileira, com o objetivo de construir uma base para futuros projetos no país.

Por fim, o presidente do Banco Central do Brasil criticou a organização dos bancos:

Quando me encontro com outros bancos centrais, vejo que um está tentando desenvolver um sistema descentralizado e outro está falando em automatizar um sistema de pagamento multicamadas... plataforma de criptografia centralizada.

------------

Leia mais:

Legislador francês divulga relatório pressionando por regulação criptográfica

Empresa imobiliária dos EUA coloca prédio em Nova York à venda como NFT