Dogecoin
Dogecoin
DOGE

Dogecoin

Uma criptomoeda “piada” que se tornou séria demais. Dogecoin (DOGE) foi inspirado por um meme popular, mas acabou se tornando uma moeda totalmente funcional com uma grande comunidade e uma forte capitalização de mercado.

Valor de Mercado Volume 24h Suprimento Circulante
$35,991,906,208 $1,719,899,043.19 132059276725.0 DOGE

Dogecoin surgiu como uma tentativa de popularizar uma abordagem "mais leve" para criptomoedas que foi alimentada por técnicas e histórias de controvérsias. Ao escolher um meme Doge do cão Shiba Inu como mascote da moeda, seus criadores Billy Markus e Jackson Palmer queriam devolver a diversão ao mundo das criptomoedas, oferecendo o mesmo nível de funcionalidades das grandes e mais sérias criptomoedas. Isso significa que Dogecoin pode ser usado para pagamento peer-to-peer, conversão, trading ou mineração, assim como suas contrapartes mais “sérias”.

A equipe por trás do Dogecoin lançou sua criação em dezembro de 2013, usando o Luckycoin existente como base técnica para seu projeto. O próprio Luckycoin era uma criptomoeda fork da Litecoin. No centro das transações feitas com o DOGE está o blockchain que alimenta as redes descentralizadas usadas para fazer transações sem intermediários. Os nodes da rede verificam a validade das transações e recebem recompensas pelo seu trabalho na forma de novos Dogecoins, ou seja, as moedas são mineradas pelos membros da comunidade.

Novas transações envolvendo Dogecoin são verificadas a cada minuto, permitindo que ele ofereça aos seus usuários um tempo de processamento mais rápido em comparação com Litecoin, Bitcoin e outras moedas populares. O suprimento ilimitado de moedas e as rápidas velocidades de transação tornaram o Dogecoin uma escolha popular para quem deseja fazer transações menores, fazer doações de caridade ou gorjetas. A comunidade construída em torno da moeda estabeleceu a Fundação Dogecoin como uma organização sem fins lucrativos que promove seu uso por meio da organização e apoio a ações beneficentes, ajudando o Dogecoin a fortalecer sua imagem amigável entre os entusiastas das criptomoedas.

Ao mesmo tempo, a Dogecoin teve problemas com sua imagem no que diz respeito à segurança. Em dezembro de 2014, os hackers roubaram cerca de 21 milhões de Dogecoins (na época, cerca de 12.000 USD). A comunidade respondeu recolhendo doações para os usuários que tiveram suas moedas roubadas. Em setembro de 2017, um dos membros da comunidade Dogecoin foi preso por fraude e roubo de dinheiro dos usuários por meio de uma exchange Dogecoin que ele criou para esse fim.

Em outubro de 2018, a capitalização de mercado da Dogecoin era de $653 milhões, com 116 bilhões de moedas DOGE em circulação. A moeda atingiu seu ponto mais alto no início de 2018, quando seu valor de capitalização de mercado chegou perto de dois bilhões de dólares. Em qualquer caso, Dogecoin continua sendo o competidor mais sério entre as criptomoedas de piada, deixando seus concorrentes como Garlicoin e Jesus Coin muito atrás em termos de popularidade. 

Dogecoin está prontamente disponível para negociação em exchanges de criptomoedas populares como Poloniex, HitBTC e outras.