Algorand
Algorand
ALGO

Algorand

Promovido como a base da futura “economia sem fronteiras”, a plataforma Algorand e seu token ALGO são dedicados à causa de equilibrar segurança, escalabilidade e descentralização sem custos um do outro.

 

O que é Algorand?

 

Valor de Mercado Volume 24h Suprimento Circulante Suprimento Máximo
$1,499,261,466 $4230837177 8125783734.00000000 ALGO 10000000000.00000000 ALGO

Algorand nasceu da ambição de resolver o chamado “trilema blockchain”, que postula que não se pode ter descentralização completa, escalabilidade e segurança em uma única plataforma blockchain, a menos que pelo menos um componente seja reduzido para acomodar o outros. Em outras palavras, construir uma plataforma descentralizada forte, por exemplo, deve tornar inevitável prejudicar seu potencial de segurança e escalabilidade. A resposta proposta a este desafio veio na forma da plataforma Algorand, que foi lançada em junho de 2019 como um projeto global que visa promover a descentralização da economia digital baseada no acesso aberto e sem necessidade de permissão, verificabilidade instantânea, Protocolo Proof-of-Stake puro desenvolvido internamente e sistema de gerenciamento de transação capaz de dimensionar projetos de blockchain personalizados.

A filosofia central do Algorand gira em torno do conceito de participação “democrática” do usuário. Em vez do algoritmo de Prova de Trabalho baseado em mineração que o Bitcoin e outras criptomoedas usam, o Algorand propõe sua prova de stake atualizada e transações de autovalidação. Este projeto baseado em Boston foi fundado por Silvio Micali, professor do MIT e ganhador do Prêmio Turing, um prêmio anual apelidado de Prêmio Nobel de computação. Micali se junta ao resto de sua equipe de especialistas e pesquisadores de blockchain. Em junho de 2019, a Algorand foi listada após uma venda pública, com seus preços em alta eventualmente se estabilizando após o hype inicial. A Fundação Algorand responsável pelo projeto informou que a venda conseguiu arrecadar cerca de US$ 60 milhões.

 

O que Algorand está tentando fazer?

 

O projeto Algorand definiu para si uma lista de objetivos que dependem da implementação bem-sucedida de seu conceito e tecnologias:

  • A inovação econômica de Algorand deve ser a criação de um blockchain que oferece valor autêntico aos esforços para construir uma economia “sem fronteiras”. Espera-se que a tecnologia de razão descentralizada, segura, escalável e distribuída da Algorand sirva como uma ponte com empresas e organizações que buscam acesso a mercados inexplorados. Isso não valeria nada se a plataforma de blockchain não pudesse oferecer desempenho adequado para acompanhar as demandas desse tipo de economia. O blockchain Algorand oferece imediata finalização de transação, sem o risco de bifurcação ou incerteza, com base em seu algoritmo de consenso exclusivo. Uma vez criado, cada novo bloco permanece na cadeia indefinidamente, garantindo assim que todas as transações neste blockchain permaneçam finais. Com o lançamento do Algorand MainNet, a rede foi reportada como sendo capaz de processar 1.000 transações por segundo, o que a aproxima dos níveis de desempenho de redes de pagamento como a VISA, que supostamente processa aproximadamente 1.700 transações por segundo.
  • A Proof-of-Stake pura da Algorand se concentra no reconhecimento dos direitos de propriedade sobre os ativos como seu principal modo de operação. Esse foco deve fazer com que a Algorand se sinta mais à vontade em sua implementação planejada no setor financeiro. Para isso, seu Pure PoS é promovido como um algoritmo de consenso único, desenvolvido pelo próprio Silvio Micali. Ele apresenta uma demanda significativamente reduzida por poder de computação, bem como a capacidade de liquidar transações em poucos segundos. O sistema é capaz de chegar a um consenso sem a necessidade de autoridade central, com tolerância para usuários mal-intencionados, desde que a maioria do stake seja mantida por usuários honestos. Cada usuário pode ler cada bloco e tem a oportunidade de gravar uma transação em um bloco futuro. Os usuários podem influenciar a seleção de um novo bloco com base no tamanho de seu stake no sistema, que é medido no número de tokens ALGO. Os usuários são selecionados discretamente, com base no princípio da aleatoriedade, e podem propor blocos e votar em propostas de blocos, com a probabilidade de serem escolhidos proporcional ao volume do stake.
  • O Algorand é promovido como uma plataforma de portas abertas à qual qualquer pessoa pode ingressar sem receber a aprovação prévia de uma autoridade de porteiro oficialmente nomeada. Algorand é grande na abertura de sua plataforma, que, seus desenvolvedores esperam, irá promover a troca de ideias entre vários perfis de usuários. Opera de maneira semelhante ao software de código aberto, com toda uma gama de atores, desde proprietários de pequenas empresas, investidores individuais e grandes corporações, tendo acesso ao seu blockchain sem permissão. Tudo o que é necessário é a posse de recursos de computação possivelmente modestos. Ao contrário do blockchain permitido, que pode prejudicar o potencial de inovação dos usuários, os usuários do Algorand são livres para oferecer novos aplicativos de mercado com base nos registros de propriedade que estão publicamente disponíveis no blockchain. Isso deve ajudar a plataforma a criar mercados totalmente novos que não apenas imitariam seus equivalentes do mundo real.

Como funciona o protocolo Algorand?

Algorand é executado no blockchain que emprega um protocolo de acordo bizantino descentralizado baseado em Pure Proof-of-Stake. O protocolo Algorand tem vários recursos que devem diferenciá-lo de soluções concorrentes semelhantes:

  • Os usuários não são obrigados a usar as chaves para gastar seu stake a fim de obter consenso. Em vez disso, o Algorand requer apenas que os usuários que desejam participar do protocolo criem e registrem suas chaves de participação. A chave é então usada para aprovar a participação em fazer propostas e votar em blocos para uma conta individual. A segurança é alcançada mantendo os tokens ALGO protegidos com a ajuda das chaves, mesmo quando um node participante pode ser comprometido.
  • O papel da função aleatória verificável (VRF) no protocolo Algorand é apoiar o processo de auto-seleção pelo qual os usuários podem determinar secretamente se foram selecionados para participar da rodada de protocolo de consenso ou não. Esta metodologia baseia-se no fato de que os blocos do Algorand apresentam uma seleção aleatória de usuários elegíveis para participação. Cada vez que um novo bloco é comprometido com o blockchain Algorand, os participantes são informados sobre a semente e a função aleatória verificável é verificada pelo usuário com a ajuda da chave de participação secreta e a semente de seleção. As operações VRF produzem provas cripto que estão disponíveis para todos que desejam verificar os resultados finais. O principal benefício aqui é o poder de computação mínimo necessário para executar esta função.

 

Como a pure proof-of-stake da Algorand promove a segurança?

 

Com base no design da Pure Proof-of-Stake do protocolo Algorand, todo o conceito de proteger seus usuários de ataques potenciais não depende do medo de multas, mas sim de tornar as ações maliciosas de uma minoria de usuários totalmente impossíveis:

  • Os proprietários de a maioria dos fundos da plataforma são os únicos capazes de impedir que outros usuários façam transações. Aqueles que detêm a maioria dos fundos em suas mãos são fortemente desencorajados a se envolver em ações desonestas, pois isso serviria apenas para desvalorizar seus ativos.
  • Se eles ainda decidirem se envolver em práticas desonestas, a reputação de Algorand como meio de pagamento sofreria globalmente, reduzindo a aceitação universal e o valor dos tokens. No final, os donos desses fundos teriam seu poder de compra drasticamente reduzido.

Ao mesmo tempo, esta abordagem é baseada na substituibilidade do usuário e na falta de comunicação entre eles. Com base no requisito de ter a chave privada do usuário para a conclusão do procedimento de certificação de bloqueio, os usuários mal-intencionados não podem saber quem é realmente relevante para a geração do próximo bloco. Como apenas os usuários estão cientes de sua seleção, os adversários em potencial descobrirão que é tarde demais para atingir um determinado usuário quando finalmente descobrirem quem foi escolhido como participante.

 

Outras tecnologias e disponibilidade do ALGO

 

Além das tecnologias já implementadas, os desenvolvedores do Algorand prometem introduzir vários novos recursos que ajustariam os recursos existentes desta plataforma:

  • O Vault é proposto como a solução do Algorand para o problema de armazenamento em blockchain. À medida que os blockchains aumentam de tamanho, o armazenamento de todos os seus blocos pode se tornar um verdadeiro desafio. Em vez disso, a tecnologia Vault da Algorand visa promover melhor escalabilidade por meio da integração eficiente de novos usuários. Esses usuários deverão baixar e atualizar apenas uma única informação e começar a participar da criação e armazenamento dos blocos assim que ingressarem na rede.
  • Esquema de assinatura digital de pixel é a tecnologia pela qual Algorand visa reduzir suas demandas de largura de banda por meio de um novo sistema. O sistema é baseado na capacidade de agregar várias assinaturas de uma única mensagem e transformá-la em uma assinatura compacta do mesmo comprimento. Ao mesmo tempo, usuários mal-intencionados são impedidos de falsificar assinaturas em mensagens anteriores.
  • As transações de autovalidação baseiam-se na separação entre consenso e armazenamento. Os usuários poderão verificar a validade dos pagamentos sem a necessidade de manter saldos para verificação de blocos e pagamentos individuais.
  • Finalmente, Algorand planeja oferecer suporte futuro a trocas atômicas.

Em setembro de 2019, a capitalização de mercado da moeda de Algorand era de US$ 113 milhões, abaixo de seu máximo histórico de US$ 156 milhões em agosto de 2019. Ao mesmo tempo, cerca de 291 milhões de tokens foram encontrados em circulação, do total planejado de 2,8 bilhões de tokens.

Os tokens ALGO estão disponíveis para negociação em exchanges de criptomoedas, como Binance e outras.