Melhores corretoras de criptomoedas do Brasil em 2024

Gabriel Gomes
| 23 min read

A negociação de criptomoedas é cada vez mais comum, mas essa atividade ainda desperta muitas questões. Sem dúvida, um dos mais importantes passos para a negociação de criptomoedas é a escolha de uma corretora. Por isso, saber quais as melhores corretoras de criptomoedas pode ser bastante útil a quem deseja aprender mais sobre a negociação dos criptoativos.

Assim sendo, elaboramos este artigo sobre as melhores corretoras de criptomoedas e o que buscar na escolha de uma corretora com o intuito de auxiliar quem deseja começar a negociar criptomoedas ou deseja melhorar seu modo de fazê-lo.

Melhores corretoras de criptomoedas


  • Tudo
31/01/24
  • Mais de 235 ativos negociáveis
  • Liquidez alta
  • Interface simples para iniciantes
10.0
5 Stars
NENHUM CÓDIGO
Conheça agora
0
31/01/24
  • Possui mais de 150 ativos negociáveis
  • Inúmeras ferramentas e opções de negociações
  • Tarifas baixas para usuários regulares
10
5 Stars
NENHUM CÓDIGO
Conheça agora
0

As melhores corretoras de criptomoedas do Brasil


Segundo nossos critérios, que discutiremos mais à frente, as 10 melhores corretoras de criptomoedas do Brasil são estas:

  1. Coinbase – Segurança em primeiro lugar
  2. OKX – Uma alternativa com boa relação custo x benefício
  3. Binance – A maior de todas
  4. Mercado Bitcoin – A melhor opção brasileira
  5. Foxbit – Simples porque, de difícil, basta o mercado
  6. KuCoin –  Segura e eficiente
  7. Bitget – Empresa líder mundial
  8. Crypto.com – Rápida e segura no mundo todo
  9. Ripio Trade – Porta de acesso ao futuro da economia digital
  10. Coinext – 3x eleita a Melhor Exchange do Brasil

Como podemos ver, segundo nossos critérios, a Coinbase é a melhor corretora de criptomoedas do Brasil. Portanto, recomendamos fortemente que você visite seu site, pesquise sobre ela e veja se ela serve às suas necessidades.

Análise das melhores corretoras de criptomoedas de 2024


A seguir, trataremos um pouco mais detalhadamente daquelas que consideramos as 5 melhores corretoras de criptomoedas do Brasil: Coinbase, OKX, Binance, Mercado Bitcoin e KuCoin.

Coinbase — Segurança em primeiro lugar

Logo de corretora de criptomoedas Coinbase

Certamente uma das melhores corretoras de criptomoedas do mundo, a Coinbase foi fundada em São Francisco, na Califórnia. Na esteira da pandemia, contudo, resolveu abolir a sede física, adotando uma política de priorização do trabalho remoto e mantendo um endereço legal no estado americano de Delaware.

A Coinbase atua em mais de 100 países e apresenta uma oferta razoavelmente diversa de criptomoedas. Sua plataforma é fácil de usar, mesmo para traders inexperientes. Além disso, os traders mais experientes poderão tirar benefícios dos muitos recursos que a plataforma oferece.

A corretora cripto faz uso de recursos de segurança bastante sofisticados. Ela tem boa reputação e um bom serviço de atendimento ao cliente, com o qual é possível fazer contato de várias formas. Além disso, são vários os meios de pagamento disponíveis.

A Coinbase não só permite a negociação de criptomoedas como também a negociação de tokens não fungíveis (NFTs) e alguns tipos de derivativos.

Uma das grandes vantagens da Coinbase é ser uma alternativa regulada, o que pode contribuir para a proteção dos clientes, afinal, a empresa recebeu a licença BitLicense do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York em 2017. Além disso, ela possui licenças da maioria dos Estados americanos e de países como a Alemanha.

No entanto, é preciso fazer a ressalva de que as taxas da Coinbase (inclusive para realização de staking) são mais altas que as de muitas de suas principais concorrentes. Ademais, a estrutura delas nem sempre é clara, o que confunde os usuários e dificulta a comparação com outras corretoras de criptomoedas.

👍Prós

  • Alternativa regulada
  • Segurança de alto nível
  • Facilidade de uso
  • Bom serviço de atendimento ao cliente
  • Variedade de recursos avançados
  • Variedade de opções de pagamento
  • Variedade de tipos de ativos negociados
  • Alta liquidez

👎Contras

  • Variedade de criptomoedas disponíveis inferior à de concorrentes
  • Taxas relativamente altas e difíceis de entender

Visite a Coinbase

OKX — Uma alternativa com boa relação custo x benefício

Logo de corretora de criptomoedas OKX

Fundada em 2017, a OKX, além de ser uma das melhores corretoras de criptomoedas, é uma das maiores corretoras de criptomoedas em volume negociado.

A sede da OKX está registrada em Seychelles. As taxas da OKX tendem a ser baixas para a maior parte das transações. Além disso, a corretora apresenta uma boa variedade de oportunidades de realização de staking de criptomoedas.

Também são variadas as alternativas de meios de pagamento disponíveis. Outro destaque importante é que a OKX disponibiliza uma grande variedade de criptomoedas.

No entanto, reclamações sobre a empresa são razoavelmente comuns online, há poucas formas de contato com o suporte ao cliente. Também é importante considerar que se trata de uma empresa sem regulamentação ou licenças e que não há opção de depositar ou negociar moedas fiduciárias.

👍Prós

  • Taxas relativamente baixas
  • Abundância de alternativas de criptomoedas
  • Abundância de opções de pagamento
  • Aplicativo móvel

👎 Contras

  • Falta de regulamentação
  • Reclamações online
  • Dificuldade de acesso ao atendimento ao cliente
  • Baixa liquidez no caso de algumas moedas

Visite a OKX

Binance — A maior de todas

Logo de corretora de criptomoedas Binance

Extremamente popular, a Binance surgiu em 2017 na China, mas deixou o país asiático depois que o governo dele restringiu a atuação das empresas do setor cripto. Atualmente, a Binance não tem sede oficial. Todavia, ela é a maior das corretoras em volume negociado.

As taxas de negociação da Binance tendem a ser bastante competitivas e a sua reputação é boa. Os recursos de segurança são bastante avançados. Além disso, disponibiliza muitas opções de pagamento, muitos recursos e oferece grande variedade de criptomoedas.

No entanto, devemos ressalvar que Binance apresenta menos disposição para buscar licenças ou se submeter a diretrizes de reguladores. Ademais, ela cobra taxa sobre saques.

👍Prós

  • Alto nível de segurança
  • Alta liquidez
  • Abundância de alternativas de criptomoedas
  • Recursos de segurança são bastante avançados
  • Abundância de alternativas de meios de pagamento
  • Abundância de recursos avançados

👎 Contras

  • Plataforma difícil de usar
  • Cobrança de taxa de saque

Mercado Bitcoin — A melhor opção brasileira

Logo de corretora de criptomoedas Mercado Bitcoin

O Mercado Bitcoin surgiu em 2013. Sua sede é na cidade de São Paulo e a corretora tem quase 4 milhões de clientes. Além de permitir investir em criptomoedas (inclusive fan tokens e tokens de utilidade), o Mercado Bitcoin dá acesso a tokens não fungíveis e a recursos como o staking. Por ser uma corretora brasileira, é possível depositar e retirar reais.

👍Prós

  • Alto nível de segurança
  • Boa quantidade de criptomoedas, além de acesso a NFTs
  • Acesso a recursos como staking
  • Brasileira, o que facilita o uso pelo cliente brasileiro

👎 Contras

  • Taxas relativamente altas
  • Nível de reclamações online relativamente alto

Foxbit — Simples porque, de difícil, basta o mercado

Logo de corretora de criptomoedas Foxbit

Outra corretora brasileira entre as melhores corretoras de criptomoedas, a Foxbit apresenta alto nível de segurança e é fácil de usar. Ademais, suas taxas são competitivas com as de seus pares.

No entanto, o número de ativos que ela oferece, por volta de 70, é significativamente inferior ao das concorrentes comparáveis entre as melhores corretoras de criptomoedas.

Isso significa que as alternativas fora do óbvio (Bitcoin, Ether, etc.) são consideravelmente limitadas. Portanto, pode não ser a melhor alternativa para quem tem uma estratégia de investimento focada em altcoins.

👍Prós

  • Alto nível de segurança
  • Facilidade de uso
  • Brasileira, o que facilita o uso pelo cliente brasileiro

👎 Contras

  • Poucas opções de criptomoedas

Como escolher as melhores corretoras de criptomoedas?


Melhores corretoras de criptomoedas - Gráfico com um degrau de criptomoedas e um homem de negócios os subindo

Inegavelmente, a escolha de uma corretora de criptomoedas deve levar em conta as necessidades e os interesses específicos do trader. No entanto, acreditamos haver alguns fatores que, em quaisquer circunstâncias, devem receber grande peso nesse processo de escolha de uma corretora.

Só para exemplificar, podemos citar fatores como taxas que ela cobra, segurança que oferece, criptomoedas a que dá acesso, o seu serviço de atendimento ao cliente e a sua liquidez. Confira na sequência o que considerar em cada um destes pontos.

Taxas

Decerto, as taxas que uma corretora cobra por seus serviços têm impacto sobre a rentabilidade que seus clientes obtêm. Por isso, é importante que, antes de adotar uma corretora de criptomoedas, o investidor estude cuidadosamente a sua estrutura de taxas.

Mais à frente, trataremos das taxas que as corretoras de criptomoedas, inclusive as melhores corretoras de criptomoedas, costumam cobrar. As mais comuns delas incluem taxa de negociação e taxa de depósito e/ou retirada de fundos.

Segurança

Assim como no caso de outros empreendimentos que lidam com dados e fundos dos clientes, é importante que a corretora que o trader usar para negociar criptomoedas respeite os direitos de seus clientes e possua boa segurança.

Infelizmente, muitas falsas corretoras de criptomoedas passaram a atuar no Brasil com o fim de enganar os investidores, e mesmo as legítimas, às vezes, agem de forma pouco escrupulosa ou pouco judiciosa. Ademais, as corretoras são alvos tentadores para hackers por movimentarem grandes somas de fundos, provenientes de seus usuários.

Pelos motivos acima, antes de passar a fazer uso de uma corretora, o trader deve conhecer a sua reputação, bem como a sua política de segurança. Além do próprio site dela, são fontes úteis de informações sites e fóruns especializados, sites de notícias, redes sociais e plataformas de defesa do consumidor, como o Reclame Aqui.

Também pode ser útil entrar em contato com clientes (ou ex-clientes) da corretora em questão e perguntar sobre as experiências deles. As melhores corretoras de criptomoedas do Brasil tendem a ter ótima reputação e investir pesadamente em medidas de segurança.

Criptomoedas oferecidas

Fundo de criptomoedas com uma mão de polegar para cima do lado esquerdo e mão com polegar para baixo do lado direito

Há considerável variação entre as diferentes corretoras no que se refere a quantas e a quais criptomoedas elas disponibilizam. O acesso a criptomoedas muito conhecidas e negociadas, como Bitcoin e Ether, costuma ser bastante fácil.

No entanto, as diferenças de ofertas entre corretoras podem ser bastante relevantes se o trader quiser comprar altcoins com volume negociado mais baixo. Algumas corretoras, aliás, são mais rápidas do que as outras em incorporar criptomoedas promissoras à lista de ativos a que dão acesso.

Quanto mais alto o número de criptomoedas que uma corretora oferece, maiores são as chances de que o cliente encontre aquelas que deseja negociar. Por isso, é recomendável que o trader busque saber quantas criptomoedas as corretoras que ele está considerando oferecem e quais são esses ativos.

Atendimento ao cliente

Como o setor de atendimento ao cliente é o setor da corretora responsável pelo esclarecimento de dúvidas e pelo recebimento das queixas e das solicitações dos clientes, seu bom funcionamento é bastante importante para estes.

Assim sendo, recomendamos que o interessado em uma corretora informe-se sobre o seu atendimento ao cliente. Fontes valiosas de informações incluem o próprio site da corretora (onde geralmente é possível informar-se sobre horários de funcionamento, meios de contato, etc.), plataformas como Reclame Aqui, sites e fóruns especializados e resenhas.

Dessa forma, além de aprender sobre a qualidade geral do serviço de atendimento ao cliente, o trader pode aprender sobre fatores que sejam especialmente importantes para ele, como as alternativas de meios de contato ou o tempo médio de resposta às solicitações.

De modo geral, as melhores corretoras de criptomoedas oferecem serviços de atendimento ao cliente de alta qualidade.

Liquidez

A liquidez de um ativo é a facilidade com que ele pode ser convertido em dinheiro. Quanto mais rápido isso puder ser feito e quanto menor for a quantidade de dinheiro de que seja necessário abrir mão para fazê-lo, mais alta é a liquidez do ativo.

Por exemplo, ações de primeira linha (que também recebem a denominação blue chips) tendem a ser muito mais líquidas que imóveis, isso porque é mais difícil vender estes rapidamente do que aquelas. Isso se deve à maior disponibilidade, a qualquer momento, de compradores para blue chips do que para imóveis.

A liquidez das criptomoedas tende a ser mais baixa em corretoras com baixo volume de negociação, pois pode ser bastante difícil encontrar nelas compradores dispostos para o ativo que se deseja vender.

Assim sendo, a venda rápida de criptomoedas em corretoras de baixa liquidez pode exigir a aceitação de preços bem inferiores aos valores de mercado delas ou mesmo ser impossível. Isso pode ser um problema em caso de necessidade de conversão rápida de criptomoedas em moeda fiduciária (real, dólar, euro, etc.).

A maior parte das melhores corretoras de criptomoedas apresenta liquidez relativamente alta, embora, como previsível, para algumas criptomoedas ela seja mais baixa do que para outras.

Quais os tipos de taxas cobradas pelas melhores corretoras de criptomoedas?


Imagem com montes de dinheiro

O assunto de taxas é um dos, senão o mais, importante ao se avaliar uma corretora cripto, afinal, se você paga taxas altas, estará deixando de ganhar muito dinheiro nas operações de trading.

As taxas mais comuns em corretoras de criptomoedas são a taxa de negociação (também chamada de taxa de trading) e taxas sobre movimentação de fundos (depósito e/ou saque).

Também pode haver taxas como a de abertura ou manutenção de conta e taxas para uso de certos recursos (por exemplo, empréstimos de criptomoedas).

Melhores corretoras de criptomoedas - Taxa de negociação

É provável que a taxa de negociação seja a mais comum nas corretoras de criptomoedas, inclusive nas melhores corretoras de criptomoedas, e seja a de maior influência sobre os resultados dos traders. Ela é cobrada para a efetivação de transações (compra ou venda) de criptomoedas.

Melhores corretoras de criptomoedas - Taxas sobre movimentação de fundos

A corretora pode cobrar taxas sobre a movimentação de fundos (depósitos e saques, mais frequentemente sobre estes que sobre aqueles). Além disso, convém lembrar, em relação à movimentação de fundos, que as corretoras variam quanto aos métodos de transferência que oferecem e aos limites mínimos de fundos que permitem depositar ou retirar.

Por fim, diferentes taxas podem incidir sobre os diferentes métodos, os quais também podem ser mais ou menos velozes.

Melhores corretoras de criptomoedas - Outras taxas da corretora

É incomum que as corretoras de criptomoedas, inclusive as melhores corretoras de criptomoedas, cobrem taxas para criação ou manutenção de conta. Não é, contudo, impossível que o façam ou venham a fazer.

Além disso, diferentes corretoras oferecem diferentes recursos, inclusive diferentes níveis de participação (por exemplo, níveis para traders mais experientes).

É natural que incidam taxas diferentes sobre eles. Só para ilustrar, podemos citar as taxas sobre a tomada de empréstimos de criptomoedas (por exemplo, para fins de alavancagem) ou sobre a realização de staking.

Melhores corretoras de criptomoedas - Custos não relacionados à corretora

Embora não sejam taxas da corretora, custos como taxa de gás (para transferência de criptomoedas através da rede de blockchain) e tarifas de bancos, operadoras de cartão de crédito e outras instituições financeiras que o cliente use para transferir fundos também podem afetar a rentabilidade da negociação de criptomoedas.

O que saber antes de investir em criptomoedas e quais os cuidados a tomar


Compreensivelmente, o mercado de criptomoedas, por ser relativamente novo e distante da experiência da maior parte das pessoas, desperta dúvidas. Antes de começar a negociar criptomoedas, o trader deve estar ciente de alguns fatos e tomar certas precauções. Trataremos destas e daqueles a seguir.

O que saber

Incide tributação sobre os ganhos que o trader obtiver com a negociação de criptomoedas. Ademais, embora essa atividade apresente oportunidades de grandes ganhos, ela também comporta riscos.

Por isso, o interessado em negociar criptomoedas deve avaliar quão bem essa modalidade de investimento ajusta-se ao seu grau de tolerância ao risco e à sua filosofia de investimento.

Também convém que lembremos a existência de uma grande variedade de criptomoedas, entre as quais o trader poderá escolher aquelas que desejar negociar.

Tributação

Melhores corretoras de criptomoedas - Imagem fictícia de um leão engravatado com um colar de bitcoin

As alíquotas do imposto de renda que incidem sobre os ganhos na negociação de criptomoedas seguem a tabela para tributação de ganhos de capital. Dessa maneira, elas variam entre 15% e 22,5%.

É necessário declarar as criptomoedas quando o valor de aquisição (ou seja, o valor na data em que foram compradas) delas passa de 5 mil reais. Abaixo desse total, a declaração é opcional.

Esse limite é aplicado a cada uma das quatro categorias (Bitcoin, Stablecoins, Altcoins e NFTs) em que a Receita Federal divide os criptoativos. Assim sendo, quem tem 5 mil reais em bitcoins e 2500 reais em Solana, uma altcoin, só precisa declarar os bitcoins.

O Bitcoin é a criptomoeda mais antiga, a mais notória é a de mais alta capitalização de mercado. Stablecoins são as criptomoedas cujo valor é atrelado a outro ativo como, por exemplo, o dólar. Para os fins da Receita Federal, altcoins são criptomoedas que não são nem o Bitcoin bem stablecoins, como Ether e Solana.

As NFTs, tokens não fungíveis, são um certificado digital que representa um criptoativo único. Um NFT, como um quadro de Picasso, é diferente de todas as outras propriedades. Já um bitcoin, como uma nota de 10 reais, é igual a — e substituível por — qualquer outro ativo do seu tipo.

Há isenção para vendas totalizando até 35 mil reais por mês (total vendido, não total do lucro). Ainda que a isenção se aplique à venda deles, os ativos devem ser declarados se, como explicamos acima, forem superiores a 5 mil reais.

Tabela de alíquotas

  • Ganhos de até 5 milhões de reais: 15% de alíquota
  • Ganhos entre 5 milhões de reais e 10 milhões de reais: 17,5%
  • Ganhos entre 10 milhões de reais e 30 milhões de reais: 20%
  • Ganhos acima de 30 milhões de reais: 22,5%

A tributação em questão só incide após a realização da venda dos ativos. Só para exemplificar: se o trader comprou 1000 reais em bitcoins e, seis meses depois disso, vendeu-os por 1500 reais, ele deverá pagar imposto (alíquota de 15%) sobre os 500 reais de diferença entre o valor da compra e o valor da venda. Ou seja, pagará 75 reais.

Riscos

Os riscos na negociação de criptomoedas incluem:

  • Golpes, no caso de empresas pouco idôneas
  • Ataques de hackers
  • Desvalorização dos ativos

É importante que lembremos que o mercado de criptomoedas funciona 24 horas por dia. Nele, são negociados ativos bastante voláteis. Eles podem ganhar ou perder valor muito rapidamente sem, em muitos casos, ser possível discernir os motivos para a valorização ou para a desvalorização.

Variedade

Há mais de 20 mil criptomoedas existentes atualmente. Elas abarcam um espectro que vai do Bitcoin, a criptomoeda mais antiga e famosa, a qual possui a maior capitalização de mercado, a centenas ou mesmo milhares de outras que são pouquíssimo conhecidas e apresentam baixo volume negociado.

Há diferentes tipos de criptomoedas, com diferentes funções e características. Só para exemplificar, podemos citar uma das classificações mais comuns de criptomoedas: entre Bitcoin e todas as outras, as chamadas altcoins (de alternative coins, ou seja, moedas alternativas).

Outra classificação possível é entre criptomoedas de pagamento (como o Bitcoin), que servem principalmente à transferência de fundos, stablecoins (como Tether), que, como vimos, são criptomoedas com valor atrelado a outro ativo, tokens de utilidades, que servem ao funcionamento de projetos, e moedas digitais de banco central, como o Real Digital, que deve ser lançado neste ano.

Cuidados

Apesar da instabilidade e outros riscos do mercado das criptomoedas, há alguns cuidados que o trader pode tomar para aumentar suas chances de evitar problemas. Citamos, por exemplo:

  • Saber quanto pode investir.
  • Ter cuidado com as senhas e as chaves.
  • Cuidado no armazenamento de criptomoedas.
  • Pesquisar sobre a corretora que pretende usar.
  • Pesquisar sobre a criptomoeda que pensar em comprar.

Saber quanto pode investir

Como o investimento em criptomoedas implica riscos, é importante que o trader não invista mais dinheiro do que pode arriscar. Com o intuito de evitar esse erro, ele deve analisar de forma realista as suas circunstâncias e traçar limites claros.

Dessa maneira, é mais provável que consiga evitar que a empolgação leve-o a investir mais dinheiro do que pode se dar ao luxo de perder se o mercado se mover na direção contrária à esperada.

Ter cuidado com as senhas e as chaves

O trader deve usar senhas e chaves criptograficamente fortes e protegê-las. Como o esquecimento dessas informações pode causar a perda dos fundos, é extremamente recomendável tê-las anotadas em um lugar extremamente seguro.

Ademais, o armazenamento delas em computador é pouco aconselhável devido ao risco de ataque hacker.

Ter cuidado no armazenamento de criptomoedas

Carteira com cartões de crédito e bitcoins

Apesar dos fortes investimentos em segurança das melhores corretoras de criptomoedas do Brasil, é recomendável não deixar os ativos na conta na corretora.

Em vez disso, é melhor que o trader deixe-os em sua própria carteira individual. Neste caso, ele deve selecionar uma carteira (também chamada wallet) de alto nível de segurança, como Trust Wallet e seguir as instruções.

O trader deve ter cuidado para evitar tentativas de golpes, como carteiras fraudulentas. Como o intuito de fazer isso, deve verificar a procedência e a legitimidade de qualquer software de carteira que baixar.

Ainda mais recomendável é o uso de cold wallets, carteiras sem conexão à Internet, de que são bons exemplos os modelos de marcas como Trezor e Ledger.

Pesquisar sobre a corretora que pretender usar

Como já explicamos acima, há, infelizmente, falsas corretoras em ação. Além disso, depende em boa parte da corretora a segurança de que os fundos dos clientes terão e da experiência e dos recursos de que estes desfrutarão.

Por isso, avaliar com cuidado diversas corretoras (de preferência, entre as melhores corretoras de criptomoedas do Brasil) e compará-las é uma boa ideia.

Pesquisar sobre a criptomoeda que pensar em comprar

Não é incomum o surgimento de criptomoedas fraudulentas, criadas apenas para enganar os investidores (às vezes, sob um rótulo atraente. Só para exemplificar, podemos citar criptomoedas criadas com o intuito de convencer os traders que elas estavam ligadas a uma celebridade como Elon Musk).

De modo geral, as melhores corretoras de criptomoedas do Brasil evitam listar esses ativos, mas é importante ficar atento. Além disso, é fundamental buscar entender o ativo, a sua história e as suas circunstâncias, por exemplo, sua natureza, sua utilidade, se ele está em uma fase favorável à sua valorização.

As melhores corretoras de criptomoedas são confiáveis e seguras?


De modo geral, as melhores corretoras de criptomoedas do Brasil são confiáveis e seguras, embora possam variar quanto aos recursos que usam para proteger os fundos dos clientes.

No entanto, é importante que o trader faça com que a adoção de uma corretora, mesmo que seja uma das melhores corretoras de criptomoedas do Brasil, preceda uma análise cuidadosa da sua reputação e do que ela tem a oferecer, especialmente em matéria de segurança.

Além disso, como as corretoras são alvos atraentes para os hackers, é importante que o cliente tome suas próprias medidas, como o uso de carteira própria ou a distribuição de seus ativos por mais de uma corretora.

Conclusão sobre as melhores corretoras de criptomoedas


Sala fictícia com computadores, gráficos e pessoas olhando informações sobre criptomoedas

Não é simples escolher uma corretora de criptomoedas. São várias as alternativas interessantes, e é difícil compará-las. Decerto, diferentes traders terão diferentes necessidades e prioridades.

Ainda assim, acreditamos que alguns dos fatores mais importantes a considerar na avaliação de uma corretora são as taxas que ela cobra de seus clientes, a quantidade (e a identidade) das criptomoedas que disponibiliza, as medidas de segurança que emprega para proteger os fundos dos clientes e a sua liquidez.

Perguntas frequentes sobre melhores corretoras de criptomoedas

O que é uma corretora de criptomoedas?

Uma corretora de criptomoedas (ou exchange de criptomoedas) é uma plataforma através da qual os traders podem negociar criptomoedas, como Bitcoin, Ether, Solana e Tether. Só para ilustrar, podemos citar como exemplos famosos de corretoras de criptomoedas, Coinbase, Binance e OKX. Em nossa opinião, elas estão entre as melhores corretoras de criptomoedas.

Por que investir em criptomoedas?

As criptomoedas são ativos de renda variável. Assim sendo, podem se valorizar, caso em que o detentor pode vendê-las por um valor superior àquele pelo qual as adquiriu. Não é, aliás, incomum que uma ou outra criptomoeda passe por fases de explosiva valorização. Um exemplo relativamente recente é a memecoin Sponge, cujo valor multiplicou-se por 30 em menos de 1 mês no primeiro semestre do ano de 2023.

Quem investe em criptomoedas precisa declarar esses ativos no seu Imposto de Renda e pagar tributo?

Como explicamos acima, a posse de mais de 5 mil reais (valor na data de aquisição) de mais de uma das 4 categorias de criptoativos exige a declaração no Imposto de Renda. As vendas de até 35 mil reais mensais são isentas de tributo (sem prejuízo, porém, da obrigação de declaração). As alíquotas sobre as vendas tributáveis de criptomoedas variam de 15% (para ganhos inferiores a 5 milhões de reais) a 22,5% (para ganhos superiores a 30 milhões de reais).

Qual a melhor corretora de criptomoedas do Brasil?

Segundo os critérios que usamos em nosso artigo sobre as melhores corretoras de criptomoedas do Brasil, a Coinbase é a melhor corretora de criptomoedas à disposição dos traders brasileiros.

No entanto, acreditamos que cada trader é a pessoa em melhor posição para dizer qual corretora de criptomoedas atende melhor seus interesses e necessidades. Elaboramos este artigo com o intuito de apresentar aos investidores as opções que nos parecem as melhores e para conscientizá-los de alguns fatores que convém levar em conta na escolha da melhor corretora de criptomoedas para eles.