Ucrânia adiciona novas Opções com Criptomoedas para arrecadar Fundos

Em uma tentativa de reforçar ainda mais sua campanha de arrecadação de fundos, a Ucrânia está abrindo mais opções de criptomoedas para doadores globais - e também intrigou a comunidade de criptomoedas ao mencionar um airdrop. Além disso, uma plataforma digital lançou uma coleção de tokens não-fungíveis (NFTs) com o objetivo de arrecadar US$ 430.302.531.

A Ucrânia não está desacelerando e está abrindo o maior número possível de portas para financiar seus esforços de defesa contra a Rússia. Eles acabaram anunciar que aceitarão mais criptoativos "em breve" para doações ao país, suas forças armadas e seu povo. 

Conforme relatado ontem, Gavin Wood, criador da Polkadot, anunciou que doaria US$ 5 milhões em criptomoedas para o país se eles postassem um endereço no token nativo do blockchain DOT. E o país fez. 

“O povo da Ucrânia é grato pelo apoio e doações da comunidade global de criptomoedas enquanto protegemos nossa liberdade”, disse hoje a conta oficial do Twitter da Ucrânia. "Agora também estamos aceitando doações em Polkadot." 

Até agora, o endereço da Polkadot compartilhado pela Ucrânia recebeu mais de 10.244 DOT (US$ 192.513) em doações, de acordo com o explorador da Polkadot Subscan.

No entanto, a conta oficial do Twitter da Ucrânia também intrigou a comunidade criptográfica com uma declaração misteriosa - eles compartilharam que um "airdrop ainda não foi confirmado". 

A resposta parece ser destinada a usuários que especulam que aqueles que doam para endereços oficiais podem se qualificar para algum tipo de airdrop.

No entanto, não está claro o que se entende por "airdrop" ou o que isso pode implicar exatamente. Dito isto, muitos residentes do Criptoverso parecem estar animados com a perspectiva.

Zhu Su, CEO e cofundador da Three Arrows Capital, comentou: 

"Fazer história aqui se isso acontecer, a primeira criação de valor nacional nativo digital".

O conhecido educador da Ethereum (ETH) Anthony Sassano opinou que é uma "boa maneira de fazer com que mais pessoas doem".

E outros estavam apenas "muito confusos".

NFTs para instituições de caridade ucranianas 

Enquanto isso, a Ikonia, uma incubadora e plataforma NFT com sede em Kiev e Gotemburgo, lançou uma nova coleção de 43.302.531 NFTs - uma para cada cidadão ucraniano - para arrecadar fundos para três instituições de caridade ucranianas.

Apelidado de 'Fique com a Ucrânia', cada um dos NFTs deve representar um cidadão ucraniano, de acordo com um comunicado de imprensa compartilhado com a Cryptonews.com

Os NFTs estarão à venda por US$ 10 cada e podem ser adquiridos com cartão de crédito ou débito.

Patrik Arnesson, cofundador e CEO da Ikonia, foi citado dizendo que:

“A escala da invasão nos pegou de surpresa e, enquanto falamos, a liberdade, a história e a alma da Ucrânia estão ameaçadas. Não podemos ficar de braços cruzados; devemos fornecer suporte." 

Os NFTs foram projetados em colaboração com Felipe Posada, um artista e diretor criativo de Nova York, de acordo com seu perfil no LinkedIn.

Notavelmente, o comprador teria a opção de escolher um dos três ucranianos aprovados pela Ikonia, Return Alive, Everybody Can, e Ukraine Humanitarian Fund.

"Convocamos a comunidade global NFT e os projetos NFT - como Bored Apes, Cryptopunks, Doodles e outros - para dar as mãos e prometer doar lucros para este belo país em sua hora mais sombria. Juntos, podemos enfrentar agressão", acrescentou Arnesson.

De acordo com os dados mais recentes da empresa de pesquisa Elliptic, o governo ucraniano e as organizações que prestam apoio aos militares levantaram cumulativamente US$ 24,6 milhões em mais de 26.000 transações até agora.

Em 27 de fevereiro, 23:50 UTC, esse valor estava em torno de US$ 20 milhões.

____

Leia Mais:

- Invasão da Ucrânia pela Rússia: Bitcoin deve desempenhar um papel em ambos os lados

- Ucrânia supera a Rússia em Adoção de Criptomoedas conforme a Guerra se inicia