Governo Ucraniano lança Coleção NFT como 'Museu de Guerra'


 

O vice-ministro ucraniano de transformação digital, Alex Bornyakov, confirmou que o governo vai lançar uma coleção de tokens não-fungíveis (NFTs), como relato histórico das atrocidades que acontecem atualmente no país, atacado pela Rússia.

O Guardian citou Bornyakov dizendo que:

A coleção NFT seria “como um museu da guerra russo-ucraniana. Queremos mostrar ao mundo no formato NFT.”

Bornyakov acrescentou ainda que cada token levará uma obra de arte que representa uma história de uma fonte de notícias confiável, afirmando:

“Queremos que seja legal, bonito e duradouro”.

Foi anunciado há vários dias que o airdrop discutido anteriormente será cancelado, com NFTs tomando seu lugar.

Falando da “diplomacia digital” da Ucrânia, Bornyakov afirmou que ela trouxe resultados, já que várias plataformas de mídia social – que ele descreveu como uma das armas do Kremlin nesta guerra – estão bloqueando o conteúdo da mídia estatal russa ou rotulando-o. “A maioria de suas armas está desativada. Já agora, depois de duas semanas. Então isso é o que chamo de resultados positivos”, disse ele na semana passada.

As doações via criptomoedas e NFTs também continuam chegando ao país, com Bornyakov dizendo recentemente que os fundos estão sendo usados ​​para comprar equipamentos militares, entre outras necessidades.

Segundo dados da SlowMist AML, as doações relacionadas a criptomoedas para a Ucrânia atingiram quase US$ 77 milhões hoje. Era de US$ 69 milhões há uma semana. No momento da redação deste artigo, o bitcoin (BTC) é negociado em torno de US$ 39.000 e subiu quase 2% em uma semana.

____

Leia Mais:

- Sanções da Rússia significam que Países podem fazer Transição para Reservas em Bitcoin - CEO da Pantera

- Ministro da Ucrânia elogia Eficiência das Criptomoedas