Relatório Grayscale – Sinergia entre IA e criptomoedas

Killian A.
| 6 min read

A fusão da inteligência artificial (IA) com as criptomoedas tem dado origem a uma nova geração de ativos digitais. São as chamadas criptomoedas de IA. Esses tokens inovadores aproveitam a IA para revolucionar vários aspectos do mercado de criptomoedas.

A integração da tecnologia IA com o mercado cripto pode ser uma nova era de avanço no mundo tecnológico. Isso foi destacado em um relatório da Grayscale Investments de Will Ogden Moore.

O último relatório da Grayscale afirma que esta sinergia está marcada pelo impressionante desempenho dos ativos digitais relacionados à IA. Isso está expandindo o escopo das aplicações blockchain para além dos sistemas de pagamento tradicionais.

O relatório da Grayscale Investments enfatizou, além disso, o potencial desta intersecção para enfrentar futuros desafios sociais relacionados com a IA. Isso inclui preocupações com a privacidade dos dados e a centralização. Segundo o pesquisador Will Ogden Moore, por exemplo,  as criptomoedas adjacentes à IA mostraram um crescimento significativo. Superaram até mesmo os setores tradicionais dentro do ecossistema cripto.

Tokens de IA em relação a outros setores cripto. Fonte: Relatório Grayscale

Os quatro maiores tokens adjacentes à IA por capitalização de mercado são TAO, RNDR, AKT, WLD. Aumentaram cerca de 522% no ano passado. Chegaram a superar até mesmo outros setores promissores do mercado de criptomoedas.

Novo estudo da Grayscale revela sinergia emergente entre IA e criptomoedas


A análise da Grayscale aponta para a necessidade crítica de desenvolvimento de IA acessível. Isso pode ser visto de uma forma mais competitiva e transparente, capaz de refletir os princípios que fundamentam a tecnologia blockchain.

O relatório discute vários pontos de vista, incluindo os de especialistas da indústria. Trata sobre como a blockchain poderia desempenhar um papel crucial no estabelecimento de freios e contrapesos na governança da IA.

Mais detalhes sobre o relatório

Para a Grayscale Research, isto levanta uma questão de como garantir que o desenvolvimento da IA seja acessível, competitivo e transparente. Nesse sentido, o relatório da Grayscale destaca o uso da blockchain no combate ao aumento da desinformação e dos deepfakes. Além disso, elepresenta iniciativas que utilizam protocolos blockchain para verificar a autenticidade do conteúdo, e isso aumenta a confiança e a transparência nas informações digitais.

O relatório da Grayscale dá ênfase sobre redes descentralizadas como a Bittensor, que incentivam diversos modelos pré-treinados. Esta abordagem promove um ambiente aberto e colaborativo para a inovação em IA. Há ainda potencial mitigação dos impactos negativos da IA.

Desempenho de ativos cripto após grandes eventos da OpenAI. Fonte: Relatório Grayscale

O relatório destaca a importância de democratizar o desenvolvimento da IA. Isso é algo importante para evitar a monopolização dos gigantes tecnológicos. Ele discute como os mercados de computação descentralizados, como Akash e Render, estão permitindo um acesso mais amplo aos recursos de desenvolvimento de IA.

Ao conectar proprietários de GPU com desenvolvedores de IA, essas plataformas estão tornando o desenvolvimento de IA mais acessível e competitivo. Isso contraria a tendência de centralização na indústria tecnológica.

Em suas conclusões, o relatório de pesquisa de Grayscale e Moore fala sobre uma fase transformadora em que a IA e a criptomoeda se unem. O intuito é promover um cenário maduro para a inovação e o benefício social.

Esta união não está apenas redefinindo a utilidade do blockchain. Está abordando desafios críticos na governança e no desenvolvimento da IA. Ao alavancar redes e mercados descentralizados, por exemplo, esta sinergia promete um futuro tecnológico mais equitativo, transparente e diversificado.

Autenticidade de conteúdo e distinção entre pessoas e bots é uma preocupação da Grayscale


Em suma, uma das principais questões sociais potencializadas pela IA é a proliferação de bots e desinformação. Os principais especialistas em IA temem que uma enxurrada de deepfakes seja criada com o intuito de influenciar a população.

As blockchains públicas – e as características inerentes de um livro-razão transparente e à prova de adulteração – apresentam o potencial de recuar contra essa ameaça mais ampla.

Uma das principais iniciativas que trabalham neste problema é um protocolo de criptografia chamado Worldcoin. Cofundada por Sam Altman, a Worldcoin pretende, assim, registrar todos os seres humanos do planeta por uma varredura biométrica.

O intuito é distinguir, de forma verificada, os seres humanos de bots. A equipe do Worldcoin tem sido assertiva em lidar com sua busca ambiciosa, nesse sentido. Outra iniciativa que aborda esse problema é o padrão Digital Content Provenance Record (DCPR), pioneiro pelas equipes da Arweave e Bundlr.

Por fim, o padrão DCPR usa o blockchain Arweave para marcação de data e hora para verificar o conteúdo digital, fornecendo metadados confiáveis para ajudar os usuários a avaliar a confiabilidade das informações digitais.

O que são criptomoedas de IA?


As criptomoedas de IA são tokens que alimentam plataformas de blockchain que utilizam inteligência artificial. Os usuários podem usar os seus tokens para fazer parte das plataformas. Também podem usar os tokens para obter os benefícios de inteligência artificial integrada.

Uma criptomoeda IA é um ativo que usa a inteligência artificial para aprimorar as suas funções. Isso inclui:

  • previsão das tendências de mercado;
  • melhorias na segurança;
  • automatização de processos;
  • otimização de contratos inteligentes;
  • fornecimento de serviços financeiros personalizados para os usuários e investidores criptos.

Esta integração de criptomoedas e IA pretende, assim, criar uma experiência de criptomoeda mais segura e fácil de usar.

Mesmo assim, a segurança das criptomoedas de IA contra hackers ou contra a volatilidade do mercado depende de você. Tanto de como você as armazena, quanto qual é a sua atitude e tolerância em relação ao risco.

Ainda que tenha tantas vantagens, o mundo dos ativos digitais apresenta riscos inerentes, e os investidores podem enfrentar grande volatilidade. Há também o risco de fraudes ou roubo.  Por isso, faça sempre as suas pesquisas e nunca invista mais do que você pode perder.

Saiba a conclusão dos estudos feitos pela Grayscale


Hoje, a maior parte do progresso nessa intersecção ocorreu no contexto de protocolos criptos que ajudam a democratizar e acelerar o desenvolvimento de IA por meio de mercados de GPU descentralizados. Outras oportunidades podem estar em áreas como:

  • Provas de conhecimento zero verificando a integridade da saída de um modelo de IA e confirmando que ela foi produzida com base nos conjuntos de dados que ele pretende ser;
  • Criptomoedas com automação de pagamento e interação perfeitas com tecnologias de IA;
  • Conteúdo gerado por IA em jogos criptos e seres virtuais, tais como NFTs.

Essa sinergia ainda está em seus estágios iniciais, mas mostra a promessa de impulso até 2024 e além. Principalmente se os participantes do mercado continuarem a ver esses ativos como um contrapeso contra o futuro de grandes players centralizados.

Em suma, se a IA e as criptomoedas estão ou não intrinsecamente ligadas, essas duas tecnologias em rápida evolução têm o potencial de apoiar mutuamente o crescimento uma da outra, tanto no escopo dos casos de uso quanto na relevância para o público em geral.

Leia mais: